Idfed.info

Não deixe o seu valor mudar com a sociedade

Mortes e contágios por COVID-19 caíram 80% desde junho no Brasil

O Brasil reportou 394 mortos por covid e 11.965 contágios nas últimas 24 horas, números que ratificam a forte desaceleração que registrou a pandemia no país no segundo semestre do ano, com uma queda de 80% de óbitos e casos desde junho, informou nesta sexta-feira o governo.

No total, O gigante sul-americano já acumula 607.462 vítimas mortais e 21.793.401 casos do vírus confirmados desde que se registrou o primeiro caso do coronavírus, em fevereiro de 2020, segundo o balanço divulgado hoje pelo Ministério da Saúde.

Depois de viver este ano uma segunda onda da pandemia mais virulenta que a de 2020, na qual se registraram recordes de mais de 4.200 mortos por dia (6 de abril) e 115.000 contágios diários (23 de junho), a nação mais populosa da América Latina começa a tomar o controle da COVID-19.

Desde o dia 1 de junho deste ano, a média diária de vítimas fatais e de contágio pelo vírus caiu 80%. A média de falecidos da última semana localizou-se esta sexta-feira nos 332 diários e a de contágios nos 11.651 casos confirmados.

A queda dos números foi atribuída aos avanços na campanha de vacinação nesta nação de mais de 213 milhões de habitantes.

De acordo com a carteira de saúde, mais de 72% dos brasileiros já recebeu a primeira dose da vacina e 56% já conta com o esquema completo de imunização.

A situação levou a que as grandes cidades do país, como São Paulo e Rio de Janeiro, que têm cerca de 12 e 7 milhões de habitantes, respectivamente, estejam cada vez mais flexibilizando as medidas de controle estabelecidas pela pandemia.

A capital paulista chegou esta semana a 100% da população adulta completamente imunizada, eliminou as restrições de ocupação e horário de funcionamento e de distanciamento mínimo em todos os locais públicos da cidade, embora manteve a exigência do uso de máscaras tanto em espaços abertos como fechados.

O rio, por sua vez, registrou “baixo risco” pela covid nesta última semana pela primeira vez em todo o ano, eliminando a exigência de portar tapabocas em espaços ao ar livre e permitindo que as discotecas abrissem novamente suas portas.

Embora se comece a sentir o controle da pandemia em algumas regiões do país, os especialistas fizeram um apelo à cautela para evitar uma nova onda de contágio, já que, segundo eles, a covid só poderá ser controlada com 80% de toda a população vacinada.

O Brasil é o segundo país do mundo em número de mortes pelo vírus, atrás dos Estados Unidos, e o terceiro em número de contágios, depois do país norte-americano e Índia.